Confira dicas para Decoração de apartamentos

Tendências de iluminação em 2018 para deixar sua casa na moda

Assim como móveis, quadros, eletroeletrônicos, cores e outros detalhes que compõem a decoração de um ambiente, os elementos de iluminação, como lâmpadas, lustres e luminárias também são influenciados pelas tendências da moda.

Se você pretende dar uma repaginada na iluminação de sua casa, saiba o que está em alta!

 

Eco friendly

As lâmpadas estão mais modernas, mais ecológicas e econômicas. Hoje é possível encontrar lâmpadas de LED de diversas cores, formas e acabamentos. Das modernas e versáteis fitas de LED às charmosas lâmpadas de filamento, tudo mais eficiente e sustentável.

 Tendências de iluminação

 

Industrial minimalista

Linhas retas e peças simples, às vezes com aspecto de inacabado trazem os ares de antigas fábricas e galpões para a casa de pessoas modernas. Aqui, a regra é “menos é mais”!

Tendências de iluminação

 

Aramados

As formas geométricas invadiram a decoração. Em metal de várias cores, mas, especialmente, em gold rose, os lustres e luminárias em prisma são ultra contemporâneos e conferem, ao mesmo tempo, volume e leveza ao ambiente.

Tendências de iluminação

 

Vidro

Os lustres de vidro (e até de cristal) foram repaginados e caíram nas graças também de pessoas mais jovens e que gostam de inovação. Os pendentes atuais estão mais brilhantes, metálicos ou coloridos. Até o velho globo de vidro da casa da vovó está de cara nova!

 Tendências de iluminação

 

Orgânico

Para quem prefere um tom mais rústico, os lustres de madeira ou fibras naturais são uma ótima pedida e combinam perfeitamente com ambientes claros, com formas orgânicas, com decoração escandinava e até para quebrar o minimalismo do estilo industrial.

Tendências de iluminação

 

Tendências de iluminação

Prepare a sua casa para o outono

Aconchego é a palavra da estação! E quando o assunto é decoração de ambientes, nada melhor que prezar pelo conforto e pela sensação casa confortável.

O outono pede cores neutras e terrosas e sua combinação clássica com tons alaranjados. Mas que tal inovar e trazer para sua casa novas cores, como rosa antigo, azul cobalto, bordô, verde escuro e até o ultra violet – a cor de 2018, segundo a Pantone, que compõem perfeitamente com cinza, preto, branco, terracota e nude, por exemplo.

outono

Entre os itens que trazem aconchego ao lar, os elementos naturais estão em primeiro lugar. Madeira, algodão, argila podem estar presentes em móveis, objetos de decoração, vasos, almofadas e tapetes. Aliás, almofadas e tapetes são peças coringas que você pode trocar sempre que quiser dar uma cara nova ao ambiente.

outono

Mesmo no outono, as plantas estão com tudo em 2018, principalmente as mais folhosas e perenes, como samambaias, bromélias e palmeiras-ráfia. Mas se você tem pets em casa, vale a pena pesquisar quais plantas são tóxicas e podem representar perigo para seu animalzinho.

outono

Para finalizar, escolha um aroma que seja um convite ao relaxamento. Você pode fazer em casa seu próprio aromatizador de ambientes!

outono

AROMATIZADOR DE CANELA E AMÊNDOA

Em um recipiente de vidro misture uma xícara e meia de álcool de cereais, canela em pau (ou uma colher de chá de essência de canela), uma colher de chá de óleo de amendoas e três colheres de sopa de água. Se preferir um perfume mais adocicado, misture também uma colher de chá de essência de baunilha.

Você pode colocar a mistura em um borrifador ou usar como difusor, para isso, corte as pontas de cinco palitos de churrasco e mergulhe no recipiente de vidro.

 

outono

Móveis planejados: Ter ou não ter?

Conheça as vantagens e desvantagens de fazer móveis sob medida

 

Você comprou um imóvel novo, é hora de fazer planos para mobiliá-lo, então busca referências na internet, em revistas ou com amigos, até que surge a dúvida: Devo ou não investir em móveis sob medida?

Posso fazer móveis planejados na casa inteira?

Ambientes planejados são interessantes principalmente pelo maior aproveitamento de espaço e pela exclusividade. Para isso, é preciso começar analisando as necessidades. Quais ambientes seriam planejados? Cozinha, quartos, sacada, todos? Se for escolher um ou outro cômodo, dê prioridade aos que devem ser mais funcionais, como cozinha e banheiros, pois a praticidade e o espaço dos móveis sob medida farão diferença nas atividades cotidianas.

Por onde começar?

Após a pesquisa inicial, planeje! Tanto o projeto em si quanto os materiais utilizados, o tempo de execução e todos os custos devem ser planejados, aliás, a relação custo-benefício deve considerada antes de tomar qualquer decisão. No entanto, mais que se preocupar com os gastos, você deve visar à qualidade. Com o projeto aprovado, busque por bons profissionais. Peça referências, portfólio e não tenha vergonha de perguntar.

Como escolher o material ideal?

Se há algumas décadas, móvel planejado era sinônimo de chapas de compensado + fórmica, hoje é possível experimentar e misturar diversos materiais, de acordo com as funções e formas desejadas. Móveis em madeira maciça podem ser mais elegantes, mas às vezes empenam; MDF apresentam boa durabilidade e são versáteis, mas precisam de revestimentos; o uso de pedras, silestones e outras resinas também deve ser discutido com as pessoas envolvidas no projeto, assim como a opção por materiais reciclados e/ou que causem menor impacto ambiental. O ideal é que arquitetos e decoradores mostrem os prós e contras de cada material e deixem os clientes decidirem.

 

Melhor aproveitamento do espaço: Com móveis sob medida, é possível aproveitar quinas e espaços que não são “alcançados” por móveis prontos.

Personalização: Você pode optar por ter mais portas, mais prateleiras ou mais gavetas, de acordo com suas necessidades. Além da possibilidade de escolher cores, revestimentos, texturas etc.

Sustentabilidade: Muitas empresas trabalham com madeiras e MDF materiais certificados com o selo FSC (Forest Steward Council), que garante qualidade e procedência da matéria-prima.

Montagem e manutenção: A montagem e possíveis ajustes e manutenções fica por conta da empresa responsável. Muitas oferecem, ainda, garantias contra defeitos que possam ser encontrados futuramente.

 

Preço: Móveis sob medida costumam custar mais caro que os de pronta-entrega, mas também costumam durar mais, por isso, deve-se considerar o custo-benefício.

Mudança dos módulos embutidos: Esses móveis são feitos especialmente para determinado ambiente, e a mudança deles pode ser um problema. Além da desmontagem, muitas vezes é impossível remontá-los em outro lugar.

Falta de versatilidade: Por serem fixos e feitos para durar muitos anos, móveis planejados não permitem que sejam mudados ou reorganizados. Desse modo, se você gosta de dar uma cara nova aos ambientes regularmente, opte por modules e, se mesmo assim preferir fazer sob medida, escolha materiais e cores neutras e aposte nos detalhes para personalizar a decoração.

Quer mais dicas sobre decoração? Faça seu cadastro em nossa newsletter e receba mensalmente um e-mail com as soluções e inspirações para melhorar ainda mais sua casa.

 

Ambientes integrados: seu apartamento de cara nova e com mais espaço

Integração de ambientes vai muito além de cozinha americana e paredes derrubadas. A ideia de continuidade entre um ou mais cômodos dá sensação de amplitude e pode ser feita de diversas maneiras, como uma bancada que interligue os ambientes, um piso especial, móveis multifunções.

Conjugar ambientes é uma saída interessante para quem quer transformar sua casa ou apartamento, ampliando e criando espaços mais arejados, dinâmicos e que priorizem o convívio, facilitando o convívio dos moradores, familiares e amigos.

postblog-ok-decor-sala

Sala / Cozinha

A combinação mais clássica de cômodos integrados, sala e cozinha conversam muito bem e podem se tornar um único ambiente de convivência, sendo especialmente interessante em almoços e jantares, pois quem cozinha não fica isolado das outras pessoas. Para o dia a dia, uma mesa menor ou uma bancada podem funcionar melhor para que a família faça refeições rápidas. As opções mais usadas são demarcar os ambientes por um balcão ou por uma ilha, com cooktop.

postblog-ok-decor-quarto

Sala/ Quarto

Pessoas que moram sozinhas ou com um cônjuge têm, cada vez mais, optado por transformar pequenos apartamentos em charmosos e práticos estúdios. O espaço integrado fica mais amplo e dinâmico, e você pode optar por um móvel multiuso que funcione como “limite” entre os cômodos e que sirva a ambos; como uma estante vazada com TV giratória, por exemplo.

postblog-ok-decor-varanda

Sala / Varanda

Se você já tem cozinha e sala conjugadas, que tal ampliar ainda mais o espaço e integrar também a varanda? A ideia fica ainda mais interessante se tiver uma churrasqueira na varanda, criando um grande espaço de convívio para ótimos momentos entre família e amigos, mas que pode ser fechado total ou parcialmente quando você desejar.

postblog-ok-decor-escrit

Sala / Escritório

Conjugar sala e escritório requer alguns cuidados para que a rotina da casa não interfira no trabalho, mas, com alguns cuidados, você pode ter ambientes bastante funcionais, bonitos e harmônicos.

Uma opção é colocar uma porta de correr ou um painel móvel entre os ambientes, para que possam ser fechadas, tornando cada ambiente único.

postblog-ok-decor-banheiro

Quarto / Banheiro

Pode parecer estranho para muitas pessoas, mas integrar quarto e banheiro é uma opção bem interessante! O maior cuidado que se deve ter é isolar a área olhada e você pode optar por pedras ao invés de pisos cerâmicos. Uma meia-parede ou uma parede de vidro dividem os ambientes com muito charme, mantendo a privacidade.

 

E aí, ficou animado para fazer algumas mudanças e integrar ambientes de seu apartamento?

Saiba que não é necessário manter o mesmo piso ou revestimento de parede nem a mesma decoração em todos os cômodos, escolha móveis e objetos que “conversem entre si” e você terá espaços harmônicos e aconchegantes.

E-BOOK GRATUITO, BAIXE AGORA!

Baixe agora nosso e-Book gratuito!

 

Decoração para apartamentos com pets. Confira nossas dicas para um ambiente bonito e confortável para seu animalzinho

A última Pesquisa Nacional de Saúde (PNS 2013), realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostrou que o número de animais de estimação nos lares brasileiros ultrapassou o número de crianças (até 14 anos) por domicílio: a população de cachorros era de 52,2 milhões, enquanto a de crianças, 44,9 milhões. Em torno de 45% dos lares têm ao menos um cão e quase 20% um gato, no mínimo. São números bastante expressivos para não pensarmos neles ao projetar um condomínio, planejar uma reforma ou decoração.

E, além do aumento no número de pets em casas e apartamentos, a maneira como são tratados também mudou muito na última década, e agora eles não ficam mais restritos ao quintal e áreas externas, hoje os bichinhos são criados como membros da família e costumam ter acesso irrestrito aos cômodos e móveis, inclusive cozinha e área íntima. Por isso, é fundamental pensar nesses pequenos companheiros na hora de planejar os móveis e a decoração do seu apartamento!

postblog-ok-pets-conteudo

 

# Telas de proteção

Itens de primeira necessidade para apartamentos com crianças, as redes de proteção para janelas e escadas são importantes para garantir a segurança dos pets, principalmente gatos. Modelos próprios para animais, mais resistentes a unhadas e mordidas, podem ser facilmente encontrados.

 

# Tinta lavável

Para as paredes não ficarem marcadas com as patinhas brincalhonas dos peludos, opte por tinta acrílica lavável, que são muito práticas e podem ser limpas com pano úmido.

 

# Plantas

As plantas são ótimas para decorar e para deixar os ambientes mais frescos e coloridos, porém, é preciso ter cuidado, pois algumas são altamente tóxicas e podem envenenar seu animalzinho. Evite comigo-ninguém-pode, antúrio, copo de leite, flor-de-natal, azaleia, avenca, espirradeira, espada de são jorge, fumo-bravo, lírio e violeta. Leia mais sobre plantas ornamentais!

 

# Tecidos “antiarranhão”

Gatos têm uma atração irresistível por sofás, poltronas e outros estofados. Os bichanos arranham por instinto, para soltar unhas velhas, mas isso não é mais um problema para seus móveis: opte por suede, ultrasuede ou aquablock (que também é impermeável), sarja e brim também são pouco atrativos aos gatos.

 

# Espaço de alimentação, higiene e sossego

Tanto cães quanto gatos não gostam de se alimentarem onde fazem as necessidades – afinal, ninguém janta no banheiro, não é mesmo!?

Deixe os potes de água e ração longe do tapete higiênico ou da caixa de areia (aliás, há muitos modelos de caixas de areia fechadas, que evitam sujeira e que o odor se espalhe pela casa). A cama do pet deve ficar em um lugar sossegado, evite corredores e áreas de serviço.

 

# Móveis especiais

Atualmente, é fácil encontrar móveis funcionais, com design atrativo para compor os ambientes, garantindo beleza e espaço para o descanso ou as brincadeiras dos bichinhos. Aposte em mesas com nichos, prateleiras com escadas e arranhadores!

 

E, mais importante que preparar o espaço para receber um animal de estimação, é importante saber que cães vivem em média 13 anos e gatos costumam passar dos 15. Ou seja, você terá compromisso e responsabilidade por muitos anos, mas também terá a alegria e o amor desses bichinhos todos os dias!

 

E-BOOK GRATUITO, BAIXE AGORA!

Baixe agora nosso e-Book gratuito!

 

10 plantas para ambientes fechados

Com a vida agitada que levamos, pequenos apartamentos e casas, flats e estúdios têm sido, deixaram de ser opções de quem mora sozinho e são, cada vez mais, a escolha de casais e famílias com filhos.

Quando buscamos ideias de decoração para casas e apartamentos, encontramos muitas referências de quadros, tapetes, lustres e outros objetos e, muitas vezes, esquecemos o quanto uma planta é capaz de transformar o ambiente, trazendo vida.

Conheça algumas espécies de plantas que podem ser cultivadas em ambientes internos e são fáceis de cuidar.

1- Violeta: As delicadas e coloridas flores custam pouco e combinam com vasos e estilos diversos. Podem ser colocadas em qualquer ambiente sem luz solar direta e dependem de poucos cuidados para florirem muitas vezes por ano.

2- Rosa de Pedra: Suculentas são muito fáceis de manter, demandam apenas o cuidado de não serem molhadas diretamente – apenas a terra deve ficar úmida. Dentre as diversas espécies de suculentas, a rosa de pedra se destacam pela beleza e semelhança com a flor de mesmo nome.

3- Cactos e Minicactos: Talvez as espécies que menos pedem cuidados, os cactos podem ser de muitos formatos e tamanhos, permitindo seu uso nos mais diversos ambientes, inclusive cozinha e banheiros.

plantas1a3

4- Bromélias: A variedade de espécies também é uma característica das bromeliáceas. Essas plantas exigem um pouco mais de atenção, como limpeza das folhas, e são ótimas para quem tem a jardinagem como hobby. Um vaso com abacaxi-ornamental, por exemplo, combina com decorações criativas e autênticas.

5- Lança de São Jorge: Por caber perfeitamente em cantos e depender de pouca luz e água, além de resistir ao ar-condicionado, essa planta tem ganhado espaço em ambientes com ar mais clean. Mas, cuidado! Tanto a lança de São Jorge quanto a espada de São Jorge são plantas tóxicas, ou seja, se você tiver crianças e/ou animais em casa, é melhor evitá-las.

6- Palmeira-leque: Mesmo sendo originária da China, essa planta confere um ar tropical à decoração, sendo perfeita para salas de estar. Precisam somente de terra úmida e luz solar indireta.

plantas4a6

7- Bêgonia: Assim como as violetas, as begônias exigem poucos cuidados e são coloridas e alegres. Aposte nas flores para deixar os dias mais vibrantes.

8- Chamaedorea (palmeira camedórea): Muito popular nas casas brasileiras, por não exigir muitos cuidados e ser barata, a camedórea precisa apenas de pouca luz e terra úmida para se manter sempre folhosa e verdinha.

9- Zamioculca: Muito resistente, a zamioculca permanece bonita mesmo se você viajar ou se esquecer de cuidar dela por uns dias. No entanto, por ser venenosa, não é indicada para lares com crianças ou animais de estimação.

plantas7a9

10- Antúrio: Um clássico da casa da vovó, o antúrio está de volta para decorar ambientes com uma pegada retrô ou para dar um toque de personalidade e elegância em qualquer espaço. Também é uma espécie que não gosta de luz solar direta, exige poucos cuidados, mas deve ser mantido longe do alcance de crianças e animais de estimação, pois as flores e folhas são tóxicas.

plantas10

Se, além de flores e folhagens, você deseja cultivar ervas e pequenas verduras e hortaliças, confira nossas dicas para ter uma horta orgânica em pequenos espaços.

e-BOOK GRATUITO, BAIXE AGORA!

Baixe agora nosso e-Book gratuito!

 

Apartamento pequeno? Aprenda a otimizar e decorar o espaço

Tendência nas grandes cidades, principalmente nas regiões centrais, os apartamentos pequenos são a melhor opção para quem mora sozinho, casais e famílias com o dia a dia agitado, que não têm muito tempo para cuidar da casa.

Apartamentos pequenos são muito práticos e aconchegantes e podem ser bastante funcionais e bonitos, separamos algumas dicas para você nunca mais reclamar de falta de espaço.

Móveis multifuncionais, como armários-bancadas, sofás-camas, camas com baús são ideais para economizar espaço.

Móveis planejados e embutidos também são ideais, principalmente armários, estantes e painéis para televisão, home theater e outros eletrônicos, mas isso não significa que você deve deixar de lado os móveis “soltos”. Aproveite para investir em design e cores nos móveis pequenos, enquanto os maiores devem ser claros e atemporais.

– Dê preferência para cozinha integrada à sala, com uma bancada que pode servir tanto como estação de trabalho quanto como mesa para as refeições. Puxadores embutidos dão sensação de ampliar o espaço.

– Evite quebra brusca de textura e cores de pisos. Escolha tons parecidos para dar sensação de continuidade.

– De maneira geral, opte por cores claras nas paredes, mas nada impede que você aposte em algumas paredes escuras para conseguir um efeito de profundidade – nesse caso, as longitudinais.

Espelhos são bem-vindos, mas lembre-se de que devem refletir algo bonito. Eles são coringas também para refletir a luz natural em ambientes escuros.

Portas de correr são ótimas entre os cômodos e nos armários.

– Escolha pastilhas de vidro e porcelanato para revestir banheiro e cozinha. O brilho desses materiais dá sensação de amplitude, além de facilitarem a limpeza.

e-BOOK GRATUITO, BAIXE AGORA!

Baixe agora nosso e-Book gratuito!

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...