ar-condicionado

Não passe calor! Veja nossas dicas para escolher o ar-condicionado ideal para cada ambiente

Faltam 77 dias para o verão e para que você não passe calor dentro de casa nem entre numa fria, preparamos algumas dicas para facilitar sua vida na hora de escolher um ar-condicionado e evitar incômodos com a instalação e a conta de luz.

 

ANTES DE ESCOLHER, CONHEÇA OS DIFERENTES TIPOS DE AR-CONDICIONADO E VEJA QUAL QUE ADEQUA MELHOR ÀS SUAS NECESSIDADES

Listamos abaixo alguns modelos mais vendidos para você escolher o ideal para cada ambiente.
Split: Os splits são silenciosos, bonitos, discretos e muito eficientes, por isso ficaram populares rapidamente. Podem ser instalados em redes (bisplit, trisplit…). O aumento da procura pelos splits fez com que novos modelos fossem fabricados e os preços caíssem.
Split piso-teto: Tem o funcionamento similar a um split comum, porém, geralmente, com potência maior, sendo ideal para ambientes com bastante circulação de pessoas e/ou residências com pé-direito alto.
De janela: De simples manutenção e instalação fácil e barata, é ideal para locais em que, por algum motivo estético ou técnico, não se pode instalar split. Possui preço mais acessível que o Split, e tem como contra o fato de ser um pouco mais barulhento, embora nos modelos mais modernos esse problema não existe.
Portátil: Perfeito para lugares pequenos e para quem precisa levar aparelho para diversos ambientes. O maior contra desses modelos é que apresentam baixa potência.

ar-condicionado

 

ESCOLHIDO O MODELO, CALCULE A POTÊNCIA DO AR-CONDICIONADO

Você já deve ter percebido que a potência dos aparelhos de ar-condicionado é dada em BTUs (Unidade Térmica Britânica). Para calcular quantos BTUs é preciso considerar a área total do ambiente, o número de pessoas que o local costuma receber e quantos eletrodomésticos existem nesse ambiente, além de outros fatores externos, como a incidência solar direta. Você pode realizar esse cálculo aqui.ar-condicionado

Antes de realizar a compra, confira a classificação de consumo de energia no Selo Procel e dê preferência para os modelos classificados como A, que garante a eficiência do produto. Não se esqueça de verificar a voltagem do aparelho antes de ligá-lo na tomada e não ligue outros eletrodomésticos na tomada do ar-condicionado.

 

INSTALAÇÃO E MANUTENÇÃO

Seja qual for o modelo escolhido, a instalação deve ser feita por um profissional de confiança, pois falhas nesse procedimento podem queimar peças e danificar o aparelho. O profissional deve, ainda, recomendar o local ideal para a instalação, de acordo com a disposição de tomada, a quantidade de materiais – como canos e cabos – utilizados, e o local ideal em que o aparelho deve ser colocado.
A manutenção anual dos aparelhos deve ser feita por um técnico, mas a limpeza quinzenal é recomendada para evitar acúmulo de fungos e bactérias que podem ser nocivos à saúde humana; para aumentar a vida útil do aparelho, evitando corrosão e ferrugem; e também para gerar economia, pois um ar-condicionado desregulado consome mais energia.

 

OUTRAS DICAS

Quando o ar-condicionado estiver em uso, lembre-se de:
– Fechar portas e janelas;
– Fechar as cortinas, que formam uma barreira física contra o calor e a radiação solar;
– Jamais fechar as entradas e saídas de ar do aparelho;
– Desligar o aparelho quando se ausentar do ambiente por mais de duas horas.

 

Evite problemas na hora de instalar

Quem mora em condomínio sabe que existem regras definidas pelo regulamento interno em relação às obras e reformas, entre elas, a instalação de ar-condicionado. Evite transtornos e confira quais são as orientações para esse tipo de melhoria em seu apartamento. Confirme em quais as paredes é possível fazer a instalação e o lugar ideal para colocação da máquina, que em muitos prédios possui localização específica. Com isso você garante o conforto térmico da família e não cria conflito com os demais condôminos.

 

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
1 responder

Trackbacks & Pingbacks

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *