obras de arte catarinenses

Obras de arte catarinenses agregam valor a edifícios da OK Construções

Florianópolis foi uma das primeiras cidades brasileiras a criar uma lei municipal (Lei Complementar nº 001/97) que traz, em seu Artigo 81, as seguintes definições:

As construtoras devem optar preferencialmente por obras de artistas catarinenses e submeter os trabalhos selecionados à apreciação e à aprovação da Comissão de Análise de Projetos de Obra de Arte nas Edificações, vinculada ao Instituto de Planejamento Urbano de Florianópolis (Ipuf). O Habite-se só é concedido quando a obra de arte for concluída e, após a entrega do empreendimento, cabe ao condomínio (administradora, síndico e moradores) cuidar e zelar pela obra.

 

OBRAS DE ARTISTAS CATARINENSES: IDENTIFICAÇÃO PARA DESPERTAR A SENSIBILIDADE

É de Friedrich Nietzsche a frase “a arte existe para que a verdade não nos destrua” e, assim como o filósofo alemão, muitos estudiosos e artistas defendem a arte como um território que nos possibilita criar, interpretar e buscar novas formas de expressão que podem ser usadas no dia a dia, tanto como inspiração quanto como saídas práticas que só são possíveis se experimentarmos novos comportamentos diante das situações cotidianas.

Inserir obras de arte em ambientes urbanos é uma estratégia de humanização das grandes cidades, e valorizar a cor local torna a iniciativa ainda mais interessante, pois promove a reflexão acerca da própria identidade e, ao se reconhecer na arte, o povo se sensibiliza e passa a valorizá-la ainda mais e a se interessar por outras manifestações artísticas.

 

PIONEIRISMO DA OK CONSTRUÇÕES EM SÃO JOSÉ

Sabendo da importância da arte como ferramenta de pensamento e interação, e com a intenção de popularizar obras de artes que antes ficavam restritas aos espaços fechados de galerias e museus, a OK Construções se antecipou a qualquer decreto municipal e inseriu obras de importantes artistas plásticos catarinenses em alguns de seus empreendimentos. Os artistas escolhidos para essa parceria foram Plínio Verani e Nani Eskelsen, ambos radicados no município de São José.

obras de arte catarinenses

Plínio Verani

O multitalentoso artista é desenhista, escultor e cenógrafo (além de ator e professor) e também realiza trabalhos para espaços públicos a pedido de prefeituras, governos e órgãos públicos. A arte de Verani é reflexo de sua mente inquieta e criativa, que o artista define como em constante desenvolvimento. A carreira de professor (do curso de Artes Plásticas da Udesc) contribui para o pensamento crítico e pela sua constante reflexão a respeito da essência da arte e de seus trabalhos.

Em São José, suas obras podem ser vistas no Residencial Bernardo Vicente Koerich (Rua Vereador Mario Coelho Pires, Campinas) e no Residencial Alaíde (Rua Maria Manchen de Souza, Campinas), da OK Construções, e na Praça Hercílio Luz (Praça da Matriz) – Memorial da Colonização Açoriana, um de seus trabalhos mais famosos – e no Jardim das Esculturas, na Beira-Mar.

obras de arte catarinenses

Nani Eskelsen

Um dos grandes nomes da arte contemporânea brasileira, Nani realiza esculturas, instalações e outras intervenções urbanas, como o banco “No azul”, no recém-inaugurado passeio da Rua Tenente Silveira (Florianópolis). Suas obras apresentam um interessante misto de formas geométricas, características da escola neoconcreta, e orgânicas, que formam um fascinante conjunto com a rigidez dos materiais utilizados (em sua maioria, metais, como o aço inoxidável, fibras de vidro e resinas). As esculturas de Nani Eskelsen são um convite à interatividade – como a “Alecrim”, que tem um sensor de presença e esguicha aroma da planta quando alguém passa por ela, ou as folhas de “Caetés”, que se integram ao paisagismo do ambiente.

Em São José, suas obras podem ser vistas no Residencial San Pietro (Rua José Firmino Novaes, Kobrasol) e no Residencial Pedro Coelho (Rua Adolfo Konder, esquina com Brig. Silva Paes, Kobrasol).

obras de arte catarinenses  obras de arte catarinenses

obras de arte catarinensesobras de arte catarinenses

 

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *